Inclusão Digital

Relações Estratégicas com a Sociedade

Parcerias Internacionais

Energias Renováveis

Notícias da SEAE

16/03/2017

Canadá busca parcerias com o Paraná na área de soluções para problemas ambientais.

A Secretaria para Assuntos Estratégicos recebeu no dia 20 de fevereiro de 2017 o Sr. Patrick Courcelles, Vice-Cônsul Comercial e responsável pela área ambiental do Canadá.

As reuniões, coordenadas pelo Secretário Flávio Arns, tiveram como objetivo colocar o Vice-Cônsul Patrick em contato com empresas de nosso Estado que atuam no setor ambiental para que se lhe fossem apresentados seus principais desafios no que tange ao meio ambiente a fim de que o consulado possa fazer uma ponte com empresas canadenses especializadas em soluções ambientais.

Sanepar
Tratou-se da possibilidade de parcerias, projetos de pesquisa de médio e longo prazo e de cooperação entre o setor público e o privado, visto que a SANEPAR é uma empresa de economia mista.

O Vice-Cônsul salientou que o Canadá tem um bom trabalho nas parcerias entre os setores público e privado (PPPs), e que faria o possível para incluir a Sanepar em evento sobre o tema, que deve acontecer este ano em São Paulo. O tema eficiência energética foi visto com grande interesse pela Sanepar, pois a atividade de tratamento de águas é eletrointensiva e uma redução nos custo de produção poderia faria grande diferença para o consumidor final. Reuso da água e produção de placas fotovoltaicas foram igualmente apontados como potenciais áreas de interesse do Estado para parcerias.

Pessoas com deficiência
O Secretário Flávio demonstrou também grande interesse num dos pontos fortes do Canadá, conhecido como infraestrutura social. Este termo é usado para as áreas de infraestrutura voltadas para questões sociais. Chamou a atenção do secretário Flávio Arns a possibilidade de parcerias, principalmente no campo da saúde e reabilitação de pessoas com deficiência, visto que está em Montreal um dos melhores institutos do mundo na área (Instituto de Readaptação de Montreal - IRM).

SEMA
A segunda reunião foi com a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos - SEMA que apresentou os Planos Estaduais de Gestão Integrada e de Resíduos Sólidos e de Destinação Final, assim como o Programa de Logística Reversa, que abrange a área da reciclagem, despertaram interesse do representante canadense. Assim uma eventual parceria que busque soluções mais em conta para ajudar os municípios no seu saneamento e controle de lixo seria concebível.

SPVS
A terceira e última reunião foi com a Secretaria para Assuntos Estratégicos e a Sociedade de Pesquisa em Vida Selvagem e Educação Ambiental - SPVS

Nesta reunião manifestou-se o desejo em se aproximar o setor público do privado, colocando uma agenda de conservação para a manutenção de áreas naturais conservadas. A equipe da SPVS declarou que o grande desafio é tornar essas áreas produtivas, destacando que áreas bem conservadas geram turismo e, portanto, lucro. O setor privado poderia colaborar e fortalecer a agenda de governos que não possuem recursos e condições para assumirem sozinhos os compromissos com a conservação. Em paralelo, isso traria um grande lucro para as empresas privadas que tomariam conta desses parques.
Apresentou-se a história do Instituto Life que conta com uma metodologia que pode ser aplicada a qualquer empresa, dando grande atenção à gestão ambiental da empresa e fazendo um cálculo de impacto. Porém, destacou que apesar de ser uma excelente ideia, o Instituto só conseguirá crescer se tiver acesso a um mercado maior, e para isso precisa do apoio de empresas estrangeiras, como as canadenses, e se colocou à disposição caso houvesse interesse canadense em testar o modelo.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.