Inclusão Digital

Relações Estratégicas com a Sociedade

Energias Renováveis

Programas - Eixos de Trabalho

As ações definidas para a Secretaria de Assuntos Estratégicos no período 2015-2018 estão consolidadas em quatro eixos de trabalho, que contemplam várias áreas de atuação, num espectro de grande amplitude direcionado aos setores sociais, econômicos e ambientais.
 

Cidadania Digital

O caminho sem volta da inclusão digital só se concretizará quando efetivamente a infraestrutura e os demais meios requeridos puderem ser disponibilizados aos cidadãos, sob  a coordenação de uma política pública norteadora das ações, capaz de democratizar a oferta de serviços que equilibre as oportunidades para todos os cidadãos e  provenha à iniciativa privada a segurança para investir.

A ação é marcada por dois programas para os quais existem grandes expectativas por parte das populações locais: REDE 399 e Espaço Cidadão. Iniciadas já há algum tempo, estas iniciativas apresentam potencial transformador de realidades municipais. O quadro que se constata não é diferente da velocidade de implantação de qualquer outra  novação, ou seja, as regiões mais desenvolvidas e de maior densidade populacional são aquelas primeiramente beneficiadas. Para mudar este cenário, faz-se necessário o  ordenamento do trabalho para a implantação de um conjunto de medidas voltadas à priorização das regiões vulneráveis, por meio de incentivos que atraiam parcerias dispostas a participar do processo.
 

Relações Estratégicas com a Sociedade

Trata-se de um conjunto de programas, projetos e ações que foram priorizadas pela Secretaria Especial para Assuntos Estratégicos na área social. A maior parte deles teve  início na última gestão do governo, no âmbito da Vice-Governadoria. Dentre essas ações, destacam-se: Formação de Gestores para o Terceiro Setor; Programa  UPS-Cidadania; Comite Intersecretarial de Saúde Mental e Estatuto da Pessoa com Deficiência. Outras duas novas ações foram incorporadas ao trabalho: Mobilização pelos Desaparecidos e Centro de Orientação a Imigrantes com Visto Humanitário.
 
 

Gestão Pública

Esta área está traduzida, de forma direta, no atendimento à determinação do Governador de participação da SEAE no trabalho voltado aos processos de desburocratização e planejamento estratégico do Estado.

Ao mesmo tempo, busca promover a articulação junto aos setores governamentais para a efetivação da parceria com o Exército Brasileiro com vistas à priorização da implantação do Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (SISFRON) no Estado, bem como atuar na articulação e normatização de parcerias internacionais voltadas para o aperfeiçoamento de políticas públicas.
 
 

Energias Renováveis

Os governos, via de regra, quase sempre estão a reboque das intervenções do setor privado que, com muito mérito, avança em velocidade diferenciada. Como resultado,  serva-se que os investimentos projetados no setor energético alternativo, invariavelmente, estão desatrelados às políticas de desenvolvimento regional, perdendo-se a oportunidade de mudanças de cenários para as regiões vulneráveis.

São diversos os contextos em que este tema está posto. Os interesses dos setores e organizações envolvidos com a matéria, embora na sua maior parte meritórios e legítimos, nem sempre são convergentes aos interesses da população. Assim, o plano aqui apresentado procura contribuir com o ordenamento da área a partir de normatização de processos que priorize o bem-estar dos cidadãos.

Capitaneados por uma política de Estado disciplinadora voltada para todas as regiões, com ênfase àquelas que carecem de intervenções indutoras do desenvolvimento, o Governo do Paraná, por meio da Secretaria Especial para Assuntos Estratégicos, apresenta este plano de trabalho que prevê como ponto de partida o chamamento de todas as organizações envolvidas na área para, juntas e sob a coordenação pública, traçarem a política norteadora das ações energéticas renováveis do Estado.
Recomendar esta página via e-mail: